top of page
Buscar
  • Foto do escritorRenata Tedesco

Startups: oportunidades de carreira e aperfeiçoamento para profissionais da Geração Z

Atualizado: 10 de jul. de 2023


Que os jovens da chamada “Geração Z” - que é aquela composta por pessoas nascidas entre 1990 e 2010 – cresceram em meio ao avanço tecnológico e ao advento da internet, a gente sabe. Também sabemos que isso faz com que eles tenham mais facilidade e até mesmo mais familiaridade com atividades que envolvem os meios digitais e online. Mas afinal, como essas habilidades podem ser exploradas no ambiente profissional?


Antes de responder a essa pergunta é preciso entender que a tecnologia está presente hoje na maioria das empresas, independente do setor ou da modalidade de negócio. Considerando essa questão, os mais novos que estão ingressando no mercado de trabalho, saem em vantagem. Mas, este artigo diz respeito a um tipo de empresa ainda mais engajado no mundo tech: as startups.


As startups são, basicamente, empresas com um modelo emergente, caracterizado pela agilidade e inovação. Geralmente essas empresas buscam resolver alguma dor por meio do uso das tecnologias, que auxiliam na entrega de soluções disruptivas. De modo geral, as startups também contam com produtos ou serviços que podem ser escaláveis.


Com essas características é possível visualizar um ambiente dinâmico e desafiador, coerente com o que os jovens da Geração Z vivem em seu dia a dia, seja nas escolas, com os amigos e em qualquer outro campo da vida.


Dessa forma, as startups tornam-se uma oportunidade de carreira e aperfeiçoamento para os profissionais dessa geração, já que são uma porta de entrada para suas habilidades tecnológicas, além de promoverem uma cultura de aprendizado contínuo, devido à característica da disrupção.



Flexibilidade e poder de fala


Segundo um relatório global da Microsoft divulgado em 2021, cerca de 73% dos trabalhadores disseram preferir opções flexíveis de trabalho remoto. E você sabe o que esse dado tem a ver com a geração Z e com as startups? A resposta é: tudo!


A flexibilidade e a opção de trabalho remoto apareceram com mais ênfase durante a pandemia do Covid-19, que fez com que os trabalhadores precisassem se adaptar e encontrar novas formas de trabalhar para conseguir driblar a crise. Mas antes disso, as startups, por possuírem a disrupção como característica, já contavam com facilidades, sobretudo aquelas que faziam uso mais profundo das tecnologias. E a geração Z, pegando carona na “onda tech”, pôde se adaptar trabalhando de outros lugares, de forma online.


Ou seja, a flexibilidade proporcionada nos novos moldes de trabalho, principalmente nas startups, fez com que os jovens dessa geração se engajassem ainda mais no mercado de trabalho, trilhando largos passos para uma carreira profissional e de aperfeiçoamento.


Além disso, o poder de fala é outro ponto crucial dentro do modelo de negócio das startups, já que nele existe uma cultura de “dar voz” aos colaboradores através de feedbacks, opiniões e sugestões. Por ser um tipo de empresa flexível, as startups priorizam o ponto de vista de seus colaboradores, e por se tratar de uma geração mais ligada com a modernidade e a tecnologia, os jovens, ao terem a oportunidade de se expressarem dentro dos negócios, podem trazer crescimento para si, e para a empresa.


Onde encontrar esses profissionais?


De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no Brasil existem cerca de 30 milhões de jovens que pertencem à geração Z. É um número alto se considerarmos que essa quantidade de pessoas precisa trabalhar.


Hoje existem muitas formas de contratar bons profissionais, e uma delas é com a ajuda de uma empresa de recrutamento com experiência no mercado, como a Huntz, por exemplo. Nosso foco são empresas do setor de tecnologia, ou seja, dentre as grandes e médias empresas, também trabalhamos recrutando para startups, que têm como base a tecnologia.


Para encontrar o candidato perfeito dentro dos 30 milhões de jovens (isso considerando apenas a Geração Z), é preciso contar com profissionais que realmente estão engajados nesse setor e que têm conhecimento e habilidades necessárias para recrutar. Afinal, se esses jovens nasceram no ambiente digital e tecnológico, as habilidades precisam estar acentuadas e casar com o perfil da vaga.


Um bom recrutamento faz com que a empresa se beneficie com o profissional contratado, e ainda ajuda os jovens, sobretudo dessa nova geração, a crescerem na carreira e se desenvolverem profissionalmente!


Entre em contato com o nosso time e garanta que sua empresa conte com profissionais que cumpram com os requisitos que você precisa, seja em startups, ou qualquer outro modelo.


da Redação


Gostou desse artigo? Compartilhe e deixe seu comentário!



CONFIRA TAMBÉM:






19 visualizações0 comentário

Comentarii


bottom of page