top of page
Buscar

Recrutador e Sourcer não são a mesma coisa

Atualizado: 24 de mar. de 2023


Tem muita gente navegando no "Tech Recruitment" pegando carona nos recursos que o mercado já tem disponibilizado para a área, como as ferramentas de Inbound.

Mas, você sabia que uma pessoa Talent Sourcer é diferente de uma pessoa Recrutadora (seja para a área de Tecnologia ou não)?


Eu já ouvi muita gente dizendo que Sourcer é quem que trabalha com recrutamento para tecnologia. Opa! Não é bem assim!


Sourcer é uma pessoa investigadora de qualquer área! Que gosta de se relacionar com comunidades. É uma pessoa "camaleão", que afim de atrair quem ela deseja pode até se camuflar e pertencer a um grupo de pessoas. Pode se parecer com elas.

Sourcer é uma pessoa que ama pesquisar. É o "Sherlock Holmes" do recrutamento. É aquela pessoa que tem a pesquisa booleana como sua melhor amiga. Aquela que sabe os movimentos de mercado: quem mudou de cadeira, quem está falando no evento mais importante e reconhecido do país (ou do mundo!), sabe sobre economia, política, comunicação, marketing e dados.

É aquela pessoa que gosta de testar e fica buscando mil maneiras de achar a melhor forma de se comunicar com quem lhe atrai. Muda texto, muda o rapport, pede feedback, testa novamente, prototipa, lê dados.


Aliás, a pessoa talent sourcer é um consumidor voraz de Dados. Ela precisa ser "data driven", ou seja, quem não faz nada sem ter certeza de que houve retorno (e se esse retorno estava caminhando na trilha certa).


Ela vai precisar entender e desenvolver métricas de canais efetivos de sourcing, velocidade de candidatos que entram na base, produtividade do próprio trabalho, taxa de resposta de e-mails e comunicações enviadas e taxa de conversão de candidatos! Essas taxas realmente importam para a sua empresa manter efetividade na competição de mercado, principalmente para tecnologia.


Sabe gente que não faz nada sem olhar na agenda? Pois é, a pessoa Talent Sourcer não manda mensagens aleatórias. Ela testa novas maneiras de dizer que as vagas estão abertas sem que você saiba que existem mesmo vagas abertas na sua empresa.


Sourcer é uma pessoa vendedora. Ela é quem precisa encantar, nutrir, acolher, gerar interesse e sentimento de ansiedade em quem ela quer atrair. Pois, o talento que você fatalmente deseja não se apaixona por você de uma hora pra outra.


É aí que a pessoa Talent Sourcer usa a criatividade! "Que tal uma live da empresa para a comunidade X em tal hora e tal canal? Que tal usarmos recursos de Marketing online para alcançar determinados públicos consumidores de X soluções?"


Sim, a Sourcer é marketeira. Ela pode ficar nos bastidores, mas precisa ser um elo entre o mundo do recrutamento e o mundo do marketing.

Sourcer gera pool de potenciais para quando os gestores decidirem que precisam contratar para determinada posição. Essas pessoas serão encontradas e agraciadas com a sua marca (que fique claro: cadeiras que já estejam sendo analisadas e trabalhadas pela empresa. E não cadeiras que surgem do dia pra noite!).


Um talento que passa pela pessoa Sourcer apresenta uma mentalidade diferente de quem passou apenas pela esteira de recrutamento sem um relacionamento anterior. Essa pessoa está nutrida, acalorada, engajada e empoderada.


Bem diferente de quem recebe um contato comum e cai na fila de recrutamento sozinho, no escuro e com frio quando não há preocupação com a experiência dessa pessoa.


A Sourcer não faz buscas sozinha, na maioria das vezes. Ela usa recursos tecnológicos que fazem isso por ela. Principalmente quando a empresa já tem uma ativação de marca empregadora forte e que ela possa concorrer abertamente no mercado encantando quem lhe interessar no mercado.


Gostou desse artigo? Compartilhe e deixe seu comentário!



CONFIRA TAMBÉM:

3 grandes motivos pelo qual você não está atraindo seu candidato ideal





Renata Tedesco é Sócia e Managing Director da Huntz

Premiada Personalidade de RH pela ABRH/PR. Já recrutou para marcas como Google e Apple e trabalhou na IBM, Korn Ferry e iFood.




79 visualizações0 comentário
bottom of page