top of page
Buscar
  • Foto do escritorRenata Tedesco

5 dicas para se tornar uma pessoa global


Abrir a mentalidade para um mundo global é uma atitude importante nos dias de hoje. Em um mundo cada vez mais conectado, é essencial estar aberto às diferentes culturas, tradições e modos de pensar.


Mesmo que você nunca tenha saído do seu país. Nem da sua cidade. Isso significa que o comportamento global pode te ajudar a sair de uma postura local (onde você só se conecta e procura oportunidades no seu bairro ou na sua cidade) para um comportamento global (onde você expande essa fronteira e começa a procurar oportunidades e conexões em outras cidades do seu país e até internacionalmente).


De acordo com o relatório "The Future of Jobs 2020" realizado pelo Fórum Econômico Mundial, o que era considerado o "futuro do trabalho", já chegou. Em 2025 estima-se que os empregadores vão dividir o trabalho entre humanos e máquinas igualmente. As funções que potencializam as habilidades humanas aumentarão suas demandas.


Logo, é mais importante do que nunca trabalhar novas habilidades.

A mentalidade global é um comportamento de flexibilidade que precisa ser trabalhando até que vire um hábito.


Então, aqui estão 5 dicas sobre como desenvolver uma mentalidade global:


  • Abertura ao novo: mesmo que você não possa viajar, comece praticando um novo hábito de experimentar coisas novas, alimentos novos. Assista filmes de diferentes países e leia livros de autores estrangeiros. Isso ajuda a criar elasticidade mental e te torna uma pessoa mais flexível. A abertura ao novo te permite criar novas soluções e até o seu próprio emprego.


  • Ative a curiosidade: o Linkedin te ajuda a se conectar com pessoas de todas as partes do mundo. Dá pra começar por lá e treinar escrever para essas pessoas pedindo conexões. Treine colocar o seu ponto de vista nos artigos e comentários das pessoas exercendo uma mentalidade investigativa e menos reativa. Compare as opiniões para obter uma compreensão mais completa do mundo


  • Disponibilidade para aprender: ative o modo flexibilidade em você para aprender novas línguas ou melhorar uma que você já tem facilidade. Isso o ajudará a se conectar com pessoas de outras partes do mundo. Aprender uma língua abre portas para novas oportunidades e o ajudará a entender melhor a cultura e o movo de vida de outras pessoas.


  • Aceitar e entender a diversidade: mesmo que alguém tenha uma religião diferente da sua e até crenças culturais distintas, aprenda a respeitar e não a exigir que alguém se encaixe nos seus padrões. Isso inclui o respeito pelas diferenças de gênero, identidade e orientação sexual. Respeitando a diversidade, você ajuda a criar um mundo mais inclusivo e acolhedor.


  • Autoconhecimento: esteja disposto a reconhecer onde você precisa melhorar e a procurar por ajuda e conhecimento. Estar aberto a críticas construtivas e usá-las como uma oportunidade para crescer são atitudes que mudam seus hábitos e te favorecem nas relações.


Gostou deste artigo? Compartilhe!



Renata Tedesco é founder e sócia da Huntz



22 visualizações0 comentário
bottom of page