top of page

3 Dicas de como conduzir entrevistas técnicas eficientes e precisas para candidatos da área tech


Para recrutar em qualquer área é necessário que profissionais se utilizem de técnicas e habilidades específicas, sobretudo para compreender as demandas da empresa contratante, e encontrar o perfil ideal de candidato que se encaixe nas exigências.


Essas habilidades fazem com que o recrutador consiga se aproximar do profissional de forma a compreender quais suas principais qualidades e expertises, para entender se a vaga que está aberta é, de fato, para ele.


Dentro desse contexto existem as entrevistas técnicas, que se tornam uma ferramenta muito importante para avaliar as competências e qualidades dos candidatos, sobretudo na resolução de problemas que podem ser recorrentes dentro das empresas.


E é claro que essas entrevistas, assim como todas as habilidades necessárias para recrutar, são importantes em todos os setores. Mas, neste artigo vamos abordar principalmente a área tech, afinal, entre todas as áreas, a tecnologia da informação é uma das que exige conhecimentos e habilidades ainda mais específicas.


Então, vou te dar 3 dicas para conduzir entrevistas técnicas para candidatos no setor de TI. Vamos lá?!



1. Tenha um roteiro bem definido


Ter um roteiro para fazer uma boa entrevista técnica é uma dica que vale para qualquer vaga, em qualquer área! Mas, dentro da área de TI esse roteiro se torna ainda mais importante, sobretudo pela necessidade de o profissional ter habilidades específicas, para cumprir com tarefas também específicas.


Ou seja, montar um roteiro com pontos importantes a serem abordados ao longo da conversa é fundamental. Destaque, neste roteiro, quais as perguntas que precisam ser feitas para que você descubra as expertises desse profissional, além de testes que fazem com que ele demonstre seus conhecimentos.


Lembre-se que uma entrevista técnica aborda questões que vão além de currículo e experiência: como o próprio nome diz, o recrutador precisa avaliar as habilidades técnicas dessas pessoas, para compreender se faz sentido que aquele profissional trabalhe em determinada empresa.



2. Ouça as histórias do candidato


No momento em que o candidato estiver falando sobre suas experiências anteriores em empresas que já trabalhou, esteja atento e escute todas as histórias e projetos que ele desenvolveu.


Pergunte como o candidato conseguiu determinada vaga e o que ele fazia. Quais eram suas atividades, e também quais problemas resolvia. É importante se atentar à histórias de “crises” e momentos críticos em que esse profissional precisou usar suas habilidades para conseguir resolver problemas.


Essas histórias podem ajudar o recrutador a captar algumas habilidades que muitas vezes o candidato deixou de falar na entrevista. Por isso, fique atento e não ignore as histórias (ao contrário, incentive-as!).



3. Se atente à habilidades para além das técnicas


Parece estranho, um artigo que tem como tema central as entrevistas técnicas, falar para avaliar habilidades “não técnicas”… Mas, não fique confuso: essas habilidades que vão além do conhecimento técnico também são extremamente importantes, sobretudo na área da tecnologia!


O recrutador precisa observar em todas as entrevistas, independente do setor, o comportamento daqueles candidatos. Falando especificamente do setor de tecnologia, existem comportamentos que também devem ser analisados e observados. Isso porque a área tech trabalha com características que são fundamentais, como a paciência, a vontade de fazer dar certo e até mesmo o desejo de crescimento.


Trabalhar com Tecnologia da Informação pressupõe que a pessoa tenha uma gama de conhecimentos técnicos, mas que também seja dedicada e aberta ao conhecimento. Isso porque é um setor que muda o tempo todo, utilizando softwares e outros recursos. Então, o bom recrutador precisa analisar cada atitude, para então entender se a pessoa entrevistada tem o perfil ideal para a vaga disputada.


Aqui neste artigo eu dei apenas uma “pincelada” no que o recrutador pode fazer nas entrevistas técnicas com candidatos, o que significa que existem muitas outras habilidades necessárias para recrutar da melhor maneira dentro do setor!


Se você quiser mais dicas assim, comenta aqui comigo!


E não se esqueça de me acompanhar por aqui, porque sempre vou trazer informações e conteúdos importantes sobre recrutamento na área tech e de carreiras, inclusive internacionais! Vamos juntos.


da Redação!



CONFIRA TAMBÉM:

Despreparo de recrutadores e contratações complexas: desafios na era da experiência do candidato para profissionais de TI



Gostou desse artigo? Compartilhe e deixe seu comentário!



2 visualizações0 comentário
bottom of page